GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Cinco pessoas são condenadas por invasão e assalto à base militar boliviana em Rondônia


O Juízo da 2ª. Vara Criminal de Porto Velho condenou cinco pessoas por invasão e roubo de armamento de uma base boliviana, ocorrido em dezembro de 2015, na região de Nova Mamoré, fronteira com a Bolívia.

 

 Foram condenados A. O. da S; R. S. de A; F. J. P. da S.; D. P. M. e A. B. de S.

 

Cabe recurso.

 

Um outro denunciado, identificado por R. N. B., acabou sendo absolvido, e o condenado C. se livrou da acusação de Associação Criminosa.

 

O crime aconteceu na base da comunidade Nueva Esperanza, na fronteira com o distrito de Araras, localizado na BR-425, na zona rural de Nova Mamoré, a cerca de 300 quilômetros de Porto Velho.

 

 Segundo investigações da Polícia Civil, os assaltantes renderam os militares e levaram 11 fuzis AK-47, três pistolas 9mm, baionetas e três embarcações, além de fazer nove reféns.

 

A ação foi rápida, tendo os criminosos fugido de barco levando os reféns. As vítimas foram deixadas em pontos distintos ao longo do rio. Uma das vítimas foi agredida a socos e coronhadas e o armamento seria vendido para organizações criminosas.

 

Os acusados foram condenados por infração ao artigo 157, §2º, incisos I (emprego de arma), II (concurso de agentes) e V (restrição da liberdade da vítima):

 

"N" levou 8 anos de prisão; R. 9 anos e 4 meses; F. J. – 8 anos; D. 9 anos e 4 meses; e A. – 8 anos. Parte do armamento recuperado nunca foi recuperado pela Polícia Civil e certamente foi parar na mão de outros criminosos da fronteira.

Fonte: Rondônia Dinâmica







                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem