GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

HOMICÍDIO E OCULTAÇÃO: Corpo é identificado e Sevic prende três pessoas envolvidas no crime

Marivaldo Brasil Correa

A localização de um corpo dentro de uma vala na Avenida Tiradentes com Avenida Antônio Luís de Macedo, bairro Santo Antônio, município de Guajará-Mirim (RO), durante a manhã de terça-feira (19), levou policiais civis do Sevic (Serviço de Vigilância, Investigação e Captura) a identificar e conseguir prender as pessoas envolvidas na morte da vítima.

 

O corpo de um homem estava enterrado dentro da vala com algumas telhas por cima, na tentativa de ocultar o corpo, sendo localizado por populares. Ainda durante a retirada do corpo, os agentes do Sevic já trabalhavam na tentativa de identificar a vítima e seguir a linha de investigação de um possível homicídio. Os policiais obtiveram informações que dois homens e uma mulher foram vistos saindo das proximidades, sujos de lama e um deles portava um terçado. Diante da suspeita e linha de investigação, Francisca da Silva Jacques, de 34 anos, vulgo “Chica”, Fabiano Ferreira de Lisboa, de 38 anos, vulgo “Buzina” e Jorge Medina Dorado, de 43 anos, passaram a ser procurados pelos agentes. Enquanto isso após a publicação do ocorrido, familiares de Marivaldo Brasil Correa o identificaram como sendo a vítima.

 

Fabiano Ferreira de Lisboa, o “Buzina” foi o primeiro a ser localizado pelos agentes, ele encontrava-se na Avenida José Bonifácio, bairro Santa Luzia (antiga Ceron). O suspeito delatou o crime e ainda apontou os seus comparsas, “Chica” e Jorge. Francisca da Silva Jacques, a “Chica” foi localizada quando estava na Avenida Mascarenhas de Moraes com Rua 07, e Jorge Medina Dourado foi preso pelos policiais quando transitava pela Avenida Mascarenhas de Moraes com Avenida José Cardoso Alves, ambos também estavam no bairro Santa Luzia. 

No momento que foi localizado o corpo não havia identificação da vítima

Na Delegacia de Polícia Civil, o trio confessou a prática do homicídio e ocultação de cadáver. “Chica” disse que após “Buzina” golpear a vítima com um pedaço de madeira, Marivaldo caiu desnorteado, aproveitaram e levaram Marivaldo até a vala, onde empurram a vítima e o asfixiaram, pisando no pescoço do mesmo, impedindo que escapasse e sendo imobilizado. Jorge segurava as pernas de Marivaldo e “Buzina” as mãos, a mulher pulava em cima do corpo da vítima para que afundasse na lama. Depois todos pularam no corpo de Marivaldo e na tentativa de ocultar o corpo no local.

 

Já Jorge disse que presenciou “Buzina” com o pedaço de madeira golpeando a vítima, ajudou a segurar as pernas enquanto o outro homem segurava as mãos e a mulher pulava no corpo de Marivaldo.

 

“Buzina” em seu depoimento disse que “Chica” foi quem golpeou Marivaldo com o pedaço de madeira, depois levaram a vítima para a vala e lá a mulher continuou golpeando o corpo de Marivaldo, desta vez com um terçado. A vítima ao cair, ele disse que “Chica” passou a pular em cima do corpo para afundar na lama. Ainda delatou que as telhas foram colocadas por Jorge, afim de ocultar o corpo. Os policiais passaram a procurar pelo terçado usado no crime, Francisca disse que se tratava de um terçado do cabo preto que estava guardado em um buraco localizado na antiga Ceron, onde foram apreendidos dois terçados.

 

O trio foi preso e atuado em flagrante, os dois homens foram encaminhados para o presídio masculino e a mulher para o Albergue Feminino, estão à disposição da Justiça. O jornal e site O Mamoré apurou que de acordo com a Polícia, o motivo do homicídio não foi revelado pelos envolvidos.

Fonte: O MAMORÉ








                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem