Sevic recupera motocicleta tomada em assalto e identificada autores

O veículo foi recuperado, após campana conseguiram identificar dois maiores de idade e os demais são menores de idade.

 


Em poucas horas após o assalto de uma motocicleta, policiais civis lotados no Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic) recuperaram o veículo e identificaram os autores do crime, entre eles menores de idade.

 

Durante a noite de domingo, 27, uma mulher de 51 anos saiu para residência de seu namorado em sua motocicleta modelo de Biz, de cor branca, placa OXV 0729 de Porto Velho, ao transitar pela Avenida Dr. Lewerger no cruzamento com Avenida 13 de Setembro avistou vários ciclistas, todos jovens, que transitavam sentido contrário. Ela aguardou, pois acreditava que o grupo passaria por ela, mas foi surpreendida por um deles que desceu da bicicleta com uma arma de fogo em punho e anunciou o assalto, dizendo: “Perdeu! Me dá a moto, tira o capacete e não olha pra mim”. Após levar coronhadas na cabeça, a vítima entregou sua motocicleta, o homem de posse do veículo e o grupo fugiu.

 

Policiais militares atenderam a ocorrência e foram informados que o assaltante seguiu pela Avenida Dr. Lewerger e convergiu adentrando a Avenida Campos Sales sentido bairro Santo Antônio. A vítima levou coronhadas na cabeça durante o crime, mas recusou atendimento médico. Buscas foram realizadas em locais utilizados como portos clandestinos para a travessia de veículos, mas nada foi encontrado. 

O veículo foi encontrado no quintal da residência localizada próxima ao local do assalto

Ao entrarem de serviço, policiais civis do Sevic, na manhã desta segunda-feira, 28, conseguiram informações que os levaram até a residência situada a Avenida 1º de Maio, bairro Serraria. No quintal estava escondida a motocicleta tomada em assalto, a moradora de 27 anos declarou que não sabia da existência daquele veículo, sendo conduzida a Delegacia juntamente com o morador da residência ao lado que não queria colaborar com os policiais e desacatou um dos agentes. Os agentes também conseguiram identificar alguns dos autores do assalto, montando campana próximo a residência onde o morador se alterou ao ser indagado de quem seria a propriedade da casa. Os agentes estavam certos que o grupo criminoso iria se encontrar ali para tratar da empreitada sobre o cruzamento do veículo para o país boliviano. Após algum tempo, Geovando N. B., de 24 anos, se aproximava da residência vigiada, na companhia de outros rapazes, ao ser avistado tentando se desfazer de uma chave de ignição, que estava em seu bolso, justamente a do veículo roubado. Um adolescente de 15 anos também foi alcançado, enquanto um menor de 12 anos e o outro de 15 anos conseguiram fugir. O adolescente de 15 anos confessou ter sido o autor das coronhadas contra a vítima, já a dupla delatou que um comparsa de 19 anos é o mentor do crime e os outros dois menores de idade que conseguiram fugir participaram do assalto. Porém a dupla se negou a delatar o nome de outros dois criminosos, afirmando terem receios.

 

O jovem e o adolescente foram também encaminhados a 1ª Delegacia de Polícia Civil, após interrogados pelo delegado de Polícia, assinarem o Termo de Compromisso de Comparecimento em Cartório, sendo posteriormente liberados. Bem como os outros dois moradores por não terem evidências que os acusassem pelo crime de receptação.

Fonte: O MAMORÉ


Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem