Em seu discurso de posse, Marcélio Brasileiro propõe unidade e diálogo com Câmara e a população

Marcélio Brasileiro (DEM) toma posse nesta sexta (1º) como prefeito de Nova Mamoré (RO). Além dele, 11 vereadores assumem o cargo; eles foram eleitos

O novo prefeito de Nova Mamoré, Marcélio Brasileiro (DEM), 44 anos, e seu vice, Sérgio Bermond (PODE), tomaram posse nesta sexta-feira, 1º de janeiro, para a gestão 2021/2024, em um evento realizado na Chácara do Amâncio. A solenidade foi transmitida pelas redes sociais, com um número reduzido de convidados, em atendimento às normas sanitárias de saúde, em decorrência da pandemia da Covid-19.

Natural do município de Guajará-Mirim (Distrito do IATA), Marcélio é casado, possui graduação em Bacharelado e Licenciatura em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (2001) e mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Rondônia (2015), onde é professor titular. Doutor em Ciências Sociais (2015-2019), pela PUC/SP, estudioso e pesquisador de políticas públicas, poder local, multiculturalismo, meio ambiente e educação.



O novo prefeito de Nova Mamoré (Berço do Madeira), é filho do mais tradicional e importante político da região, José Brasileiro Uchôa, primeiro prefeito eleito de Nova Mamoré (1989-1992), vice-prefeito no quadriênio (1997-2000) e reeleito prefeito em mais duas ocasiões (2005-2008 e 2009-2012). José Brasileiro é a maior referência política de Marcélio Brasileiro, “ um homem que abdicou de sua vida pessoal, para se dedicar à vida pública”, destacou Marcélio ao iniciar seu discurso de posse.

A cerimônia foi iniciada às 10h, com a eleição do novo presidente do Poder Legislativo, André do Sindicato (PT). Após fazer o juramento e assinar o termo especial de posse, o prefeito agradeceu à família, amigos, candidatos a vereadores, correligionários e aos 4.326 eleitores (36,27% dos votos válidos), que  votaram  na coligação formada pelos partidos: PSB, PT, PPSDB, PSD, PP, PODEMOS e DEM – Todos por Nova Mamoré.


Em seguida, Marcélio fez um discurso com ênfase na união e no diálogo que planeja entre o Poder Executivo e o Poder Legislativo Municipal. “Temos uma única bandeira, que é a de Nova Mamoré, de trabalhar para potencializar nossas riquezas e trazer o progresso para nosso município”, afirmou, parabenizando o novo presidente do Poder Legislativo, o petista André do Sindicato e os demais vereadores eleitos e reeleitos.

Municipalista convicto, Marcélio Brasileiro defende pautas importantes dos municípios. “O município é o eixo de tudo, local de interação das pessoas”, afirmou, lembrando que o desafio atual e urgente que se sobressai aos demais é o combate à pandemia. “Focar esforços e recursos no combate à pandemia é prioridade em nossa gestão”, afirmou.

Os desafios são grandes, lembrou Marcélio Brasileiro, governar para atender as demandas de mais de trinta mil pessoas em um município que almeja tornar-se ainda mais pujante. Nova Mamoré é o entroncamento do Estado, destacou o prefeito, pois  liga-se ao município vizinho, Guajará-Mirim, através da BR- Eng. Isaac Bennesby (antiga BR-425), a Porto Velho pela mesma rodovia e a BR-364 e aos demais municípios do Estado, através da RO - 420 (Linha D). Asfaltar a Linha D será uma das permanentes bandeiras de Marcélio Brasileiro junto às bancadas estadual e federal e ao governo do Estado.

Marcélio Brasileiro finalizou seu discurso, agradecendo ao seu vice-prefeito, Sergio Bermond e ao ex-prefeito Professor Claudionor (PDT), pela lisura e transparência   que conduziu a transição de governo. “ Agradeço a todos que compareceram ao evento que marca o início de nossa gestão e a todos os apoiadores  do projeto “ Todos por Nova Mamoré”, essenciais para que tudo isso pudesse acontecer. Minha eterna gratidão”, finalizou apresentando sua equipe de primeiro escalão.


Secretários e Coordenadores:


– Chefia de Gabinete – Florismar Barroso Rodrigues

– Secretaria Municipal de Educação – Eunice Menezes de Souza na

– Secretaria Municipal de Fazenda – Marlene Martins Ferreira

– Secretaria Municipal de Saúde – Vanessa Cristina Moraes

– Secretaria Municipal de Assistência Social – Jorge Oliveira Nascimento

– Secretaria Municipal de Meio Ambiente – Adriana Ramos Simões Félix

– Secretário de Governo – José Brasileiro Uchôa

– Secretaria Municipal de Agricultura – José Cícero da Silva

– Secretaria de Obras, Transporte e Trânsito – Zenilton Pinto da Silva


Procuradoria Jurídica do Município

– Poliana Nunes de Lima

– Kamilla Chagas de Oliveira Clímaco


Coordendores

– Coordenadoria Municipal de Comunicação – Fernando Jeff Mendes da Silva

– Coordenadoria Municipal de Administração e Planejamento – Arildo Moreira

– Coordenadoria Municipal de Cultura – Alan Eric de Souza Barros

– Coordenadoria Municipal de Esportes – Roberto Pereira Rosa Aguiar.


Veja quem são os vereadores eleitos:

Claudiomir Rodrigues, do Republicanos, tem 51 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de servidor público municipal e tem ensino médio completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 352.386,92.

André do Sindicato, do PT, tem 37 anos, é solteiro, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino médio completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 15.500,00.

Abneir da Farmácia, do PSD, tem 48 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de comerciante e tem ensino fundamental incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 8.500,00.

Zenilto Pinto, do PP, tem 51 anos, é divorciado e tem ensino médio completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 50.000,00.

Marquinho da Vinte e Oito, do Podemos, tem 37 anos, é solteiro, declara ao TSE a ocupação de agricultor e tem ensino fundamental completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 1.300.000,00.

Célio Brito, do PDT, tem 52 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de empresário e tem ensino médio completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 588.400,00.

Jair da 29, do Patriota, tem 42 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de agricultor e tem ensino fundamental incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 2.094.000,00.

Abilio, do Patriota, tem 36 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de agricultor e tem ensino fundamental incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 440.000,00.

Jose Carlos Eletricista, do Patriota, tem 48 anos, é solteiro, declara ao TSE a ocupação de eletricista e tem ensino fundamental completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 450.000,00.

Fábio Carcará, do MDB, tem 37 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de servidor público municipal e tem ensino médio completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Professor Denizio, do Avante, tem 42 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de servidor público municipal e tem superior completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 44.014,35.


Fonte: Assessoria 

 

Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375

Postagem Anterior Próxima Postagem