Campus Guajará-Mirim completa 5 anos de funcionamento neste domingo

Domingo, dia de festa para o IFRO, em especial para o Campus Guajará-Mirim, que comemora cinco anos de funcionamento da unidade.

De 2016 até o presente momento, foram muitas vidas transformadas pela educação gratuita e de qualidade ofertada pela instituição através de cursos de formação inicial e continuada (FIC), técnicos, graduação e pós-graduação. Atualmente o campus conta com mais de 700 alunos matriculados em cursos presenciais e na modalidade EaD

 O próximo domingo (9/5) é um dia de festa para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), em especial para o Campus Guajará-Mirim, que comemora cinco anos de funcionamento da unidade. De 2016 até o presente momento, foram muitas vidas transformadas pela educação gratuita e de qualidade ofertada pela instituição através de cursos de formação inicial e continuada (FIC), técnicos, graduação e pós-graduação. Atualmente o campus conta com mais de 700 alunos matriculados em cursos presenciais e na modalidade EaD.

A Diretora-Geral da unidade, Elaine Oliveira Costa de Carvalho, destaca que o município de Guajará-Mirim, devido a sua localização geográfica na fronteira com a Bolívia (distante mais de 300 km de Porto Velho), possui grande necessidade de instituições formadoras de profissionais para a promoção do desenvolvimento da região em diversas áreas. “Há cinco anos o IFRO está contribuindo para este desenvolvimento por meio da oferta de educação profissional, mudando a realidade das pessoas através de seus cursos FIC, técnicos, de graduação e de pós-graduação. Foram mais de 800 vidas transformadas nesses cinco anos. A implantação do campus nesta região foi um sonho, e sonho que se sonha junto, torna-se realidade! Graças à contribuição de todos os servidores, colaboradores, parceiros, pais e alunos, hoje somos realidade e temos orgulho do trabalho significativo que fazemos aqui. Parabéns ao IFRO – Campus Guajará-Mirim, cinco anos transformando vidas através da educação pública, gratuita e de qualidade!”, pontua a gestora.  

O Reitor Uberlando Tiburtino Leite reforça que a comemoração dos cinco anos do Campus Guajará-Mirim é um momento muito importante para o IFRO, porque representa o êxito da interiorização da educação profissional no estado de Rondônia. “Em 2015, quando decidimos iniciar as atividades do Campus Guajará-Mirim, o incentivo por parte do governo federal para a expansão dos Institutos já não era o mesmo dos anos anteriores. No entanto, nós percebemos que o IFRO também deveria levar suas ações de formação, de pessoal, de pesquisa e de extensão para aquela região de fronteira do nosso estado, colocando em prática a proposta do campus binacional. Hoje, ao ver o número de profissionais e o número de cursos ofertados pela unidade, inclusive cursos de pós-graduação, nós temos a certeza de que a decisão tomada em 2015 foi acertada, por isso eu aproveito para agradecer a todos os servidores e servidoras que fazem e que fizeram parte do Campus Guajará-Mirim e agradecer também o apoio da população de Guajará-Mirim e região ao IFRO. Espero que possamos dar continuidade às ações do nosso Instituto na unidade de modo a contribuir de forma efetiva para o desenvolvimento do nosso estado e para o desenvolvimento sustentável daquela região de fronteira”, comenta o gestor.

Inclusão

Um dos destaques do Campus Guajará-Mirim é a atenção dedicada aos atendimentos às pessoas com necessidades educacionais específicas, realizada pelo Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE) local. “Temos nos dedicado incansavelmente em atender nossos alunos PCDs. Podemos dizer, sem medo, que nosso campus tem compromisso com a Inclusão Educacional e temos recebido diariamente depoimentos de pais e de alunos felizes por fazerem parte do IFRO – Campus Guajará-Mirim. Sinto-me orgulhosa e feliz por fazer parte de uma instituição como o IFRO e não tenho dúvida nenhuma de que nosso campus tem contribuído de forma ímpar com a comunidade local”, relata a professora Marilei Rodrigues, que coordena o NAPNE em Guajará-Mirim.

Uma das estudantes atendidas pelo NAPNE do Campus Guajará-Mirim é Angélica Dias Ferreira, que cursa o sétimo período da Licenciatura em Biologia. “Gostaria de deixar meu agradecimento para todo o corpo docente do IFRO e para toda a equipe do NAPNE, que, mesmo com a pandemia, não parou de prestar atendimento e tem se esforçado para oferecer o mesmo nível de educação tanto para pessoas com necessidades específicas quanto para as que não possuem”, agradece a acadêmica.

Pioneirismo

Guajará-Mirim foi o primeiro município de Rondônia onde o IFRO ofertou à comunidade um Curso Técnico de Informática na modalidade Educação de Jovens e Adultos (CTI/EJA). “A Educação deve ser realizada com seriedade e compromisso por qualquer que seja a instituição e para qualquer que seja o público. Tenho vivenciado essa seriedade e esse compromisso diariamente em nosso campus, principalmente com o público da Educação de Jovens e Adultos (EJA). [...] temos muita satisfação em ouvir de nossos alunos o quanto esse curso tem significado para eles. Não é só o Campus Guajará-Mirim que merece ser parabenizado, mas sim toda a gestão e toda a comunidade interna que não medem esforços para atender a comunidade guajaramirense”, define a Coordenadora do CTI/EJA, professora Marilei Rodrigues.

Jessiane da Silva é uma das estudantes da EJA no campus. Ela, que cursa o 5º período, argumenta que o estudo na instituição trouxe muito conhecimento. “O IFRO foi uma coisa muito boa na minha vida, pois pude voltar a estudar e ganhei bastante conhecimento. Os professores estão de parabéns, porque eles são muito qualificados e ajudam muito os alunos. E digo para as pessoas que esta instituição é diferenciada, só tenho a agradecer! Não vou parar, quero continuar estudando, pois isso mudou muito a minha vida”, relata.  

Adailtom é outro estudante EJA do campus e diz que a instituição “tem aberto oportunidades de conhecimento, não só para mim, mas também para outros jovens e eu acredito que o IFRO veio para oportunizar conhecimento”.

Alunos parabenizam o Campus Guajará-Mirim


Estudantes matriculados em várias modalidades de ensino e também egressos da unidade enviaram seus depoimentos parabenizando o aniversário do Campus Guajará-Mirim. Uma delas foi a Kelcilene Farel, que cursa o Técnico em Vigilância em Saúde. “Estou aqui para parabenizar nosso campus por mais um ano de criação e agradecer a toda a equipe e à família IFRO por todo o conhecimento que a gente adquire. É um grande prazer fazer parte dessa família!”, fala.

Também do Curso Técnico em Vigilância em Saúde, a aluna Eliziane Oro Naó agradece a instituição, que, segundo ela, a “acolheu de braços abertos. Eu me desenvolvi bastante, agradeço também os professores que executam suas atividades com excelência, agradeço por tudo, nunca imaginei que poderia estar nesta instituição. Agradeço muito todas as coordenações, todas as pessoas da instituição. Agradeço também por estar no IFRO e poder me desenvolver a mais, pois por ser indígena não achei que poderia ser acolhida tão bem assim. Eu me senti muito privilegiada por estar na instituição”.

Elisiane Evangelista Miranda Paiva cursa o 5º período do Curso Técnico em Informática e diz que é gratificante estar em uma instituição tão reconhecida e completa como o IFRO, “que trouxe para Guajará-Mirim novas oportunidades, uma educação de qualidade e acredito que todos merecem estar numa instituição tão renomada como o IFRO”.  

Paulo André Almeida Dias, atualmente matriculado no Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Espanhol, comenta sobre as várias ações de capacitações desenvolvidas no Campus Guajará-Mirim. “Cinco anos de conquistas e vitórias transformando vidas aqui na nossa faixa de fronteira, tudo isso através dos cursos oferecidos, dos projetos de extensão, por meio das ações desenvolvidas de forma acolhedora e inclusiva, tanto na zona urbana como na zona rural. Parabéns ao campus pelos seus cinco anos de funcionamento atendendo a sociedade”, parabeniza.


Outra aluna que também faz um curso FIC e que deixou seu relato sobre o campus foi Yara Maia. Ela é moradora de Porto Velho e faz o Curso de Inglês Básico 1 na unidade de Guajará-Mirim, de forma virtual. “Fiquei muito feliz quando surgiu a oportunidade de fazer o curso e mais feliz ainda quando deu tudo certo e eu fui aceita. As aulas são excelentes e a professora atenciosa. Eu estou bem feliz por fazer parte de tudo isso. Em nome dos meus colegas de turma, desejo ao campus um feliz aniversário e que ele tenha cada vez mais progresso”, relata.

Thaís Pamplona, que cursa o FIC de Francês Básico 1 no Campus Guajará-Mirim de modo remoto, também deixou suas impressões sobre a educação ofertada pela instituição. “Foi uma grata surpresa ter a oportunidade e ser aceita para participar de um curso assim, de tão longe, em plena pandemia. Está sendo muito bom. Sou de Curitiba e as aulas no Ambiente Virtual de Aprendizagem têm sido muito boas e têm proporcionado aprendizagem e troca entre docentes e discentes, o nosso professor brasileiro com cidadania francesa enriquece as aulas com o conhecimento de ambas as culturas. Parabéns a toda equipe e espero participar de outros cursos, quem sabe até presenciais, pois estou adorando participar das aulas com vocês”.      

Os egressos do campus comentam como a instituição modificou suas vidas para melhor. É o caso da Ester Melo de Passos, que se formou em 2020 no Curso Técnico em Biotecnologia integrado ao ensino médio. “O Instituto trouxe inúmeras oportunidades que agregaram demais na minha vida acadêmica. Participei de projetos de ensino e de extensão, fui a eventos científicos. Sou imensamente grata a toda a equipe do IFRO, que se dedica todos os dias a proporcionar para nossa região uma educação de qualidade”, conta.

Angelina Barreto é outra egressa do Campus Guajará-Mirim. Ela se formou no curso técnico em Informática (EJA) e agora cursa o Técnico em Enfermagem. “Fico muito feliz em fazer parte dos cinco anos do campus. Queria agradecer por tudo que o IFRO significa para mim e para a minha família. Através do IFRO eu consegui concluir o ensino médio. Neste ano meu filho concluirá o Técnico em Biotecnologia, então só tenho a agradecer. Agradeço muito por tudo que o IFRO tem feito para a nossa cidade. Por trazer novamente o sonho para as famílias, para os filhos, para os pais, porque nós podemos ver uma geração saindo daqui e se formando, indo fazer faculdade fora e conseguindo se destacar. Nós podemos acompanhar pelas redes sociais e pelo ENEM o quanto o IFRO tem contribuído com a nossa cidade, com os nossos jovens e até mesmo com os adultos através do EJA. Com a EJA, consegui concluir meus estudos, consegui voltar a sonhar e querer ser mais através do IFRO”, narra.

Servidores dão os parabéns ao Campus Guajará-Mirim

Com mais de 70 servidores (considerando ativos permanentes, substitutos e estagiários), as homenagens ao Campus Guajará-Mirim vieram de vários setores. Uma das servidoras que parabeniza a unidade é Altina Maria Pereira de Souza, que diz se sentir agradecida por fazer parte da história do IFRO/Campus Guajará-Mirim, “o qual através de suas ações educacionais tem contribuído muito com o desenvolvimento de nossa região e com a formação, a ascensão ao mundo do trabalho e a emancipação de nossos jovens. Como natural deste município e servidora do campus, afirmo ser um prazer compor a equipe do IFRO durante estes cinco anos. Parabéns a todos os envolvidos nesse lindo projeto!”.

Ismaelson de Moura, servidor do campus, também parabeniza o campus “pelos seus cinco anos de funcionamento. Aqui são ofertadas educação, ciência e tecnologia de qualidade. De Guajará-Mirim para o Brasil e para o mundo”.  

Há quase dois anos atuando no setor administrativo do campus, a servidora Luciana Bandeira de Souza diz que “São cinco anos transformando vidas, transformando realidades com ensino de qualidade e projetos de extensão. O Campus Guajará-Mirim manteve-se atuante durante esta pandemia, confeccionando máscaras, fabricando álcool em gel, distribuindo kits aos alunos... Eu tenho orgulho de ser Campus Guajará-Mirim, eu tenho orgulho de ser IFRO”.   

Simone Moraes Stange, docente da unidade comenta que são “cinco anos pautado em labuta, afinco, determinação, e, principalmente, responsabilidade em transformar com amor a informação e o conhecimento. Tenho a honra, enquanto professora EBTT doutora em química, de participar deste time tão seleto de servidores. Campus Guajará-Mirim, parabéns, felicidades nestes tempos de transformação, minha gratidão e meu muito obrigada”.

Luciana Alvez Ranzula, professora de biologia do Campus Guajará-Mirim, relembra de um momento bem marcante para ela. “Foi quando cheguei no IFRO e fui apresentada para a diretora Elaine, eu fui muito bem recebida por ela e por todos os outros professores também. Sinto muito orgulho em fazer parte dessa equipe maravilhosa do Instituto, estou muito feliz onde estou trabalhando”, fala.

Para a professora de Artes, Marcela Lima, que já está há dois anos na instituição, um dos momentos mais significativos para ela foi participar de um projeto e pintar as paredes da Delegacia de Mulheres na cidade de Guajará-Mirim. “Além disso, destaco também o projeto Cine-IFRO, o qual eu coordenei, juntamente com Núcleo de Extensão em Produção Cultural (NEPC). A partir desse projeto, a partir do cinema, diferentes debates com temas transversais e temas importantes foram promovidos, criando espaço de fala e de reflexão, não só com os alunos do integrado, mas com alunos da turma do EJA e de cursos subsequentes. Eu agradeço pelo acolhimento com o qual o campus me recebeu. Tem sido um período de muito crescimento e de muito aprendizado, parabéns à instituição. É uma alegria conviver com colegas de trabalho e amigos”, explana a docente.

Suely de Souza comenta que o IFRO é sinônimo de oportunidades. “Há cinco anos em Guajará Mirim formando jovens, formando pessoas, portanto, não foge da sua função principal que é a de promover educação profissional, científica e tecnológica de excelência. A prova disso é que, apesar do momento pandêmico, continua mantendo o seu papel oportunizando cursos a distância, beneficiando, principalmente, os jovens que querem ousar voos rumo a novas oportunidades, a novas experiências. Dessa maneira, a equipe de Espanhol 1 deseja ao campus um feliz aniversário!”, parabeniza.  

A comunidade parabeniza o Campus Guajará-Mirim

Os parabéns pelos cinco anos de inauguração do campus também vieram da comunidade externa.  Algumas mães dos nossos alunos mandaram mensagens de agradecimento e de felicitações pela data comemorativa, como é o caso de Luciene Julio Pires, mãe da aluna Cecília Júlio Pires, que estuda no 3º ano matutino do Curso Técnico em Biotecnologia. “Para mim, o IFRO é um presente que a população de Guajará-Mirim recebeu, pois oferta uma educação técnica de nível médio com muita competência, com um corpo docente qualificado e comprometido com o ensino, com a pesquisa, com a extensão, e dentro desse curto período que está instalado em nosso município, já conseguiu expandir seus horizontes para cursos de graduação, pós-graduação, dentre outros cursos, dando cada vez mais oportunidades de qualificação para jovens e adultos, favorecendo também o município de Nova Mamoré. Desejo cada vez mais sucesso, prosperidade, parabéns a todos os servidores, docentes e alunos, que vocês valorizem esse bem, estudando e buscando um futuro profissional brilhante”, felicita.

Dulce Miranda, mãe do aluno egresso Matheus Miranda, que finalizou o Curso Técnico em Biotecnologia em 2019, relata que quando seu filho começou a estudar no campus teve acesso a professores altamente qualificados, “a uma estrutura eficaz, com sala de aula climatizada, laboratórios didáticos e uma biblioteca com diversos tipos de livros, graças a isso o meu filho conseguiu tirar uma boa nota no Enem e entrar numa universidade federal do estado do Paraná. Eu só tenho a agradecer ao campus e a toda equipe que colaborou com isso”.

Quem também deseja os parabéns ao Campus Guajará-Mirim é Yery Takigawa Guzmán, representante da Universidad Autonoma do Beni (UAB). “Em nome de todos os alunos do curso de Português Básico para Estrangeiros, quero dar os parabéns ao campus pelo seu 5º aniversário de criação, e, ao mesmo tempo, destacar o admirável trabalho que atua em favor do ensino superior”, diz.

Também da UAB, o professor Rolando Villar Añez, diz que a instituição parceira está muito agradecida ao IFRO “nesses cinco anos de presença na fronteira, pela cooperação internacional com transferência de tecnologia e pesquisas na modalidade a distância. Em 2017 foi assinado o 1º convênio de cooperação entre IFRO e UAB, por intermédio do então diretor Vagner Schoaba. Já em 2019 foi assinado o convênio na cidade de Trinidad em Beni, Bolívia, visando à oferta de cursos a distância, pós-graduação em Gestão e Educação a Distância. No dia 7 de maio de 2021, iniciamos o curso de pós-graduação a distância com dez vagas para professores bolivianos. A partir desta parceria entre as duas instituições, já foram ofertados cinco cursos de língua portuguesa a professores bolivianos entre 2018 e 2021. Atualmente estão ocorrendo dois cursos de Língua Portuguesa: Português Básico e Intermediário para professores da UAB em Guayaramerin Bolívia”, informa o docente.                         

Histórico

Em cerimônia realizada no dia 9 de maio de 2016 no Palácio do Planalto em Brasília, foram inaugurados os campi Guajará-Mirim e Porto Velho Calama do IFRO. O reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino Leite, acompanhado pelos diretores dos campi, representou a instituição na solenidade. “A inauguração do campus é um grande marco, pois até hoje não havia nenhuma escola técnica ou que dedicasse à educação técnica para os jovens que estão concluindo o ensino médio, estão no ensino médio ou que concluíram o ensino médio”, ressaltou Vagner Schoaba, diretor-geral do Campus Guajará-Mirim na época. Relembre esse dia histórico no link: https://portal.ifro.edu.br/ultimas-noticias/993-cerimonia-inaugura-dois-campi-do-ifro  

Fonte: Assessoria

Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. Confira nossas redes sociais: 

Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postagem Anterior Próxima Postagem