Professora Mestra Bethânia Moreira lança hoje livro "História, memórias educacionais e diálogos interculturais no contexto escolar da fronteira Brasil/Bolívia"

O lançamento virtual ocorrerá hoje, sexta-feira, às 19h30.


 O livro intitulado História, memórias educacionais e diálogos interculturais no contexto escolar da fronteira Brasil/Bolívia é fruto das vivências, experiências e pesquisas da Profa. Ma. Bethânia Moreira da Silva Santos no social e escolar do município de Guajará-Mirim. É, principalmente, resultado das inquietações desta professora pesquisadora sobre a falta de registros sobre esta temática tão importante para os alunos da Educação Básica do município de GuajaráMirim/RO, uma pequena cidade histórica cravada nas margens do rio Mamoré, na fronteira Brasil-Bolívia. 

A fronteira da qual se refere a autora é formada pelas cidades gêmeas, Guajará-Mirim, no Brasil e Guayaramerín, na Bolívia, na Amazônia (brasileira e boliviana, ao mesmo tempo). Ela é composta por muitos povos, territorialidades, histórias, memórias, representações, linguagens e biodiversidades, constituindo, assim, vivências, saberes e modos de vida a partir da interculturalidade. A população que habita e interage no contexto social e escolar desta fronteira é constituída por uma diversidade étnica, cultural e linguística singular e específica, decorrente do processo de miscigenação ocorrido entre os povos que a compuseram: indígenas, negros, bolivianos, nordestinos e outros. O projeto recebeu Recursos da Lei Aldir Blanc N°. 14.017/2020, por meio do Edital De Chamamento Público Nº 86/2020/SEJUCELCODEC - 1ª Edição Marechal Rondon, através da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer SEJUCEL-Rondônia para publicação e difusão de expressões culturais 2020. Proponente: Bethânia Moreira da Silva Santos. 

Capa do Livro

Nesse sentido, estudar e registrar “as memórias educacionais, as concepções sobre cultura que subjazem às práticas docentes, os desafios da profissão docente frente às identidades plurais e ações interculturais de promoção a diversidade cultural” não é uma tarefa simples, pois neste espaço estão imbrincados inúmeros elementos, visto que o processo de colonização das localidades desta fronteira, aparentemente pacífico, sempre foi marcado por conflitos pela exploração das riquezas, posse de terras e detenção do poder. 

Vale ressaltar que a história, a memória e as identidades linguísticas e culturais na fronteira Brasil/Bolívia são constituídas e reconstituídas, principalmente, a partir da oralidade. Nas narrativas e nas manifestações culturais populares, que são transmitidas de geração em geração, aparecem diversas personagens históricas e folclóricas, que povoam o imaginário social da população guajará-mirense, contudo, há poucos registros sobre o tema em epígrafe. Assim, consideramos que esta obra traz importantes registros das manifestações culturais locais, contribuindo, também, para a identificação de traços identitários próprios da região, definindo, portanto, que no município de GuajaráMirim, na fronteira Brasil/Bolívia há uma estética híbrida e diversificada, formadas por histórias, memórias, saberes e modos de vida singulares e, ao mesmo tempo, plurais. Proponente: Bethânia Moreira da Silva Santos. 

Transmissão 👇 

🔴 Youtube Temática Editora: https://www.youtube.com/watch?v=jlBnjP1eROk

 🔵 Facebook Temática Editora:https://www.facebook.com/754037717995842/posts/4129799240419656/

Fonte: Assessoria

Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. Confira nossas redes sociais: 

Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postagem Anterior Próxima Postagem