Deputado Dr. Neidson apresenta requerimentos ao Governo para providências em hospital do distrito de Extrema


Na segunda-feira (23), o deputado Dr. Neidson (PMN) esteve em Extrema, distrito de Porto Velho, localizado na divisa de Rondônia com o Acre, para visitar o hospital da localidade. Na oportunidade, o parlamentar fiscalizou se a unidade estaria, ou não realizando cirurgias eletivas e demais atendimentos.

“Fomos informados que as cirurgias eletivas até começaram a ser realizadas, no entanto, o contrato com a empresa responsável pela lavanderia hospitalar terminou, e o Estado ainda não providenciou outra licitação”, explicou Dr. Neidson.

O deputado anunciou que já protocolou um requerimento ao Governo do Estado, durante a reunião da Comissão de Saúde, desta terça-feira (24), solicitando providências para que as cirurgias eletivas não sejam suspensas.

“O diretor do hospital nos alertou que, se caso o problema não for resolvido, as cirurgias deverão ser paradas, uma vez que sem lavanderia não existem com lavar a rouparia do centro cirúrgico e nem dos demais leitos de atendimento", destacou Neidson.

Outro problema encontrado durante a visita do deputado, foi o fato de o aparelho de Raio-X estar há quatro meses aguardando ser instalado. A situação faz com que os pacientes que necessitem do atendimento, busquem as radiografias em Porto Velho ou em Rio Branco, no Acre.

“Além de requerer providências quanto à essa questão do Raio-X, também notamos a falta de um número suficiente de enfermeiros na ativa para suprir a demanda. O hospital conta com oito profissionais de Enfermagem, mas apenas seis estão na ativa, pois os demais estão atuando na parte burocrática do hospital. Nos foi passado que eles precisam de, pelo menos, mais 10 enfermeiros contratados. 

Os que trabalham no hospital atualmente, assim como os técnicos não são efetivos, foram contratados de forma emergencial por conta da pandemia. Sendo assim, pedimos ao Governo a contratação de enfermeiros e técnicos de enfermagem que atuem sem ser no serviço voltado, exclusivamente, para as vítimas de Covid-19”, enfatizou o deputado.

O quadro de servidores do setor administrativo do hospital também chamou a atenção do parlamentar. Apenas um funcionário efetivo atua no setor, os demais que passam pela administração também são emergenciais.

“Apenas um servidor efetivo é responsável por todo o trabalho administrativo executado de forma correta, porém, esse entra e sai de emergenciais, pode acabar atrapalhando a gestão da unidade. Por isso, este foi mais um dos aspectos que pontuamos no requerimento encaminhado ao Poder Executivo, por meio da Sesau, para que seja providenciada a contratação de servidores efetivos que atuem, também, no administrativo do hospital.

Todos os requerimentos apresentados pelo deputado Dr. Neidson foram aprovados durante a reunião da Comissão de Saúde desta terça-feira. Os documentos já foram encaminhados para a Secretaria de Estado da Saúde para que a pasta possa responder, o quanto antes, sobre quais as providências que serão tomadas para evitar a paralisação das cirurgias eletivas e os demais serviços e atendimentos oferecidos pelo hospital de Extrema.

Texto: Juliana Martins-ALE/RO








 


source http://www.drneidson.com.br/2021/08/deputado-dr-neidson-apresenta.html

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem