Guajaramirense: Morre o jornalista e ex-professor da UFSC Nilson Lage, aos 84 anos

Guajaramirense, Professor, com mais de 50 anos de carreira, morreu na noite desta segunda-feira (23) após dois anos de luta contra um câncer.

 O professor e jornalista Nilson Lage morreu aos 84 anos na noite desta segunda-feira (23), em Florianópolis. A informação foi revelada pela família em uma postagem na internet. Lage morreu após quase dois anos em tratamento contra um câncer no pulmão.


Morre professor e jornalista Nilson Lage 

Nilson Lage nasceu no dia 21 de novembro de 1936 no município de Guajará-Mirim (RO) e tinha mais de 50 anos de atividade profissional.

Doutor em Linguística e Filosofia, mestre em Comunicação e bacharel em Letras. Foi professor titular da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e professor adjunto da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Iniciou a carreira na redação do Diário Carioca em 1955 e migrou para a academia em 1971.

Deu aulas por duas décadas na UFF (Universidade Federal Fluminense), UFRJ e outras faculdades do Rio de Janeiro. Aposentou-se compulsoriamente em 2006, aos 70 anos, como professor titular do Departamento de Jornalismo da UFSC, onde estava desde 1992.

Nilson Lage é autor de livros como A reportagem: teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística”, “A linguagem jornalística”, “Teoria e técnica do texto jornalístico” e “A estrutura da notícia”.

A família informou que não haverá velório em respeito à vontade do professor. O corpo será cremado às 15h desta terça-feira (24) no Crematório Catarinense, em Palhoça.


Entidades emitiram nota

O Departamento, o curso de Graduação e o programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC manifestaram pesar e consternação pela morte do professor

“Em 2007, foi um dos fundadores do PPGJOR/UFSC. Nas celebrações dos 40 anos do Departamento de Jornalismo da UFSC, em 2019, proferiu conferência e foi homenageado pela instituição. Com humor fino, inteligência, erudição e uma voz única, Nilson Lage vai permanecer como uma das grandes referências da área”, diz a nota publicada nesta terça-feira.

A Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), os Sindicatos dos Jornalistas de Santa Catarina e do município do Rio de Janeiro se manifestaram em nota conjunta.

“A FENAJ e seus Sindicatos reafirmam seu compromisso de honrar o legado do jornalista e professor Nilson Lage mantendo-se na luta e, neste momento de dor, solidarizam-se com os parentes, amigos, colegas de profissão, alunos e ex-alunos. Sua firmeza de caráter, compromisso com a democracia, sua grandeza e sua obra permanecerão vivos em nossas memórias.”

Amigos e familiares lamentaram a partida de Nilson

Amigos, conhecidos e familiares deixaram comentários na postagem em que a morte foi revelada ao longo da manhã desta terça. “Com muita tristeza leio esta notícia! Meus sinceros sentimentos aos familiares do professor Nilson Lage! Perdemos um companheiro de luta, um mestre!”, diz um comentário.

“Um grande professor – por toda a vida. Homem apaixonado, indignado, lutador. Um jornalista espetacular. Todos que fomos seus alunos ficamos órfãos com a morte do nosso mestre”, afirmou um ex-aluno.

“Ser humano espetacular. Sentirei muita falta de seus textos tão lúcidos, engajados e humanos. Grande mestre, abriu portas para tantos como eu. Luz e paz!”, lamentou outro comentário.

Fonte: ND
                                                Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 

Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem