Sem iluminação, atletas do basquete buscam solucionar problema do Ginásio de Esportes Afonso Rodrigues

A escuridão tomou conta do Ginásio.
Ao passar ao lado da quadra de basquete e da quadra fechada é essa a visão que se tem
Os assíduos frequentadores da quadra de basquete no Ginásio de Esportes Afonso Rodrigues, de Guajará-Mirim/RO, estão buscando recursos próprios para instalar nova iluminação na quadra e parte do local.
A iluminação da Avenida XV de Novembro vista de dentro da pista onde as pessoas caminham

Após o quadro de distribuição de energia ter queimado e destruído a iluminação na quadra de basquete, os atletas interromperam os jogos diários, que chegam a 30 dias. O Mamoré obteve informações que a Prefeitura Municipal estaria realizando o processo licitatório para aquisição do material e posterior instalação. Mas os atletas estão cansados de esperar por ações do Poder Executivo, realizam cotas e com ajuda de ‘padrinhos’ estão angariando fundos para instalar um novo quadro de centro de distribuição de energia, instalar novos fios, refletores para iluminar a quadra e tabelas. A iluminação no ginásio também deixa a desejar, as caminhadas e corridas agora são um risco para segurança e a vida de quem frequenta o local, já que está parcialmente na escuridão. Os custos para arrumar ao menos a quadra passariam de 2 mil reais, mas qualquer ajuda será muito bem-vinda para os atletas do basquete, os responsáveis pela arrecadação são: Francisco Noronha (69) 98483-7605 e Heliodoro Velasco Ribeiro (69) 98412-3769, os contatos também funcionam o aplicativo WhatsApp.

O quadro de distribuição de energia queimado
Desde do 1990 os frequentadores do basquete mantêm a quadra, apenas na época do ex-prefeito Dedé de Melo houve reforma, porém, os últimos 15 anos os atletas sozinhos mantêm a quadra, sem ajuda do Poder Público. A quadra é frequentada por crianças, jovens e adultos totalizando o número de 50 pessoas. Vale ressaltar que atual reforma abrangeu apenas a quadra coberta do Ginásio.

             A situação da quadra de basquetebol        

Um dos antigos frequentadores, Francisco Noronha, conhecido carinhosamente por “Chico”, avalia a importância do espaço como um meio esportivo, mas acima de tudo ocupacional para os jovens de Guajará-Mirim, que muitas vezes chegou até a ajudar pessoas a não entrar no mundo das drogas, é também um meio de interagir e fazer novas amizades.

Fonte: O MAMORÉ

                                                Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 

Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem