GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Senador licenciado Confúcio Moura participa de reuniões, entrevistas e visita os municípios do Vale do Mamoré


O Senador Confúcio Moura (MDB) esteve os últimos dois dias visitando a região do Vale do Mamoré, onde esteve reunido com membros do partido, com vereadores e prefeitos dos municípios de Guajará-Mirim/RO e Nova Mamoré/RO.

 

Durante a segunda-feira, 18, o Senador licenciado chegou em Nova Mamoré e esteve reunido com partidários do MDB e posteriormente com autoridades locais. Emendas para o município foram uma das tônicas da reunião com vereadores e prefeito Marcélio Brasileiro.

 

Confúcio e comitiva deixou o município de Nova Mamoré ainda durante o final da tarde estiveram reunidos em Guajará-Mirim com lideranças e membros do MDB, com intuito de organizar e fortificar o partido. Durante a manhã de terça-feira, 19, Confúcio participou de reuniões na Câmara Municipal e esteve reunido no Palácio Pérola do Mamoré. Após cumprir agenda, a tarde foi entrevistado pelo vereador e apresentador Alexandro Santos, na Rádio Educadora.

 


Confúcio justificou sua ausência durante o período de um ano, pois com 73 anos é considerado grupo de risco, além de trabalhar remotamente na Comissão Temporário da Covid, onde foram realizadas 42 audências e 59 convidados. Dentre assuntos ligados a Covid-19, já que Confúcio é médico, explicou sobre as 56 sequelas que a doença deixa no paciente. Sabatinado pelo apresentador e vereador, apontou alguns casos no município de Guajará-Mirim de obras que não se concluiu e citou a obra do novo Hospital Regional, iniciado durante o primeiro mandato. Lamentou que os problemas de reajustes de preços impediram o andamento da obra, pois o valor orçado acobou ficando defasado e a empresa responsável pela obra entrou na Justiça. Faltava 10% para concluir, ele salienta que é provável que essa poncertagem aumente, já que a obra parada danificou muitos bens. Enfatizou que os equipamentos para o novo Hospital foram adquiridos e ficaram no almoxarifada. A ordem de serviço para o retorno da obra é aguardado por todos.

 

 De acordo com a assessoria do Senador, na região do Vale do Mamoré foram alocados aproximadamente R$ 4,250 milhões. A maior parte deste montante foi destinada para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus.

 

 

GUAJARÁ-MIRIM R$ 3,350 milhões

SAÚDE

 

R$ 600.000,00 para o custeio ao piso de atenção básica (paga a prefeitura em 28-04-20)

R$ 350.000,00, para custeio logístico (combustível, material de consumo) e hospitalar (material penso, insumos) para funcionamento de unidades hospitalares. (Paga a prefeitura em 23-04-20)

R$ 1 milhão para funcionamento do barco hospital que atende a comunidade ribeirinha. Recurso via Governo do Estado (paga a prefeitura em 23-12-19):

R$ 1.400.000,00 “São recursos para o custeio da saúde básica, ou mesmo para a atenção e atendimento da Covid-19 (paga a prefeitura final de janeiro 21)

 

NOVA MAMORÉ R$ 900 mil

SAÚDE

R$ 600.000,00 para custeio ao piso da atenção básica (pago em 28-04-20)

R$ 300.000,00“São recursos para o custeio da saúde básica, ou mesmo para a atenção e atendimento da Covid-19 (pago em janeiro de 2021)

Fonte: O MAMORÉ

                                                Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 

Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem