GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Presidenta do Sintero participa de etapas regionais e municipais da Conferência de Promoção da Igualdade Racial

Presidenta do Sintero, Lionilda Simão
 A presidenta do Sintero, Lionilda Simão, esteve nos municípios do Estado cumprindo agenda de debates sobre enfrentamento ao racismo, discriminação racial e sobre a luta dos negros e negras na criação de políticas públicas no país. As atividades funcionam como eventos preparatórios para a Etapa Estadual da Conferência de Promoção da Igualdade Racial e, posteriormente, para a Etapa Nacional. 

No dia 03/02, Lionilda participou dos debates na etapa regional em Cacoal. O evento contou com a participação de representantes do município e de outros municípios próximos como Pimenta Bueno, Espigão do Oeste, Primavera do Oeste, São Felipe do Oeste, Parecis e Ministro Andreazza.

No dia 04/02, a presidenta realizou palestra na Conferência Municipal de Vilhena e no dia 09/02, participou da etapa regional do Município de Porto Velho, que ocorreu de forma remota, ou seja, virtual. 

No dia 11/02 Lionilda finalizou sua participação na etapa regional de Ji-Paraná, que contou com representantes dos municípios de Urupá, Alvorada do Oeste, Presidente Médici e Teixeirópolis. 

Lionilda Simão palestrou sobre o "Protagonismo Negro: luta, resistência e desafios", com o tema central relacionado ao "Desenvolvimento da Igualdade Étnico-Racial e Etnico-cultural pela Promoção da Igualdade de Oportunidades". 

De acordo com a presidenta do Sintero, iniciativas educacionais e sociais que ofereçam oportunidades, inclusão e capacitação ao povo preto ajudam no enfrentamento ao racismo e preconceito, como é o caso da Lei nº 10.639/2003, que inclui no currículo da Rede Pública de Ensino a brigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira". Para Lionilda, é grande a importância da efetivação da Lei no currículo da Educação Básica, pois através do conhecimento será possível compreender a origem e história deste povo, que tanto contribuiu para formação da sociedade brasileira. Também auxiliará no combate ao racismo estrutural, ao preconceito, intolerência e todos os tipos de violência contra este povo. 


"É necessário que o debate sobre o racismo, discriminação e preconceito seja ampliado, pois através do conhecimento e da informação construíremos um mundo melhor, com oportunidades iguais para todos e todas”, disse Lionilda Simão.

Fonte: Assessoria








                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem