GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Coluna Almanaque: À MERCÊ DE GERMES E BACTÉRIAS

 


Por Fábio Marques

De tempos em tempos aparecem denúncias dando conta de que comerciantes inescrupulosos estariam vendendo produtos em mau estado, com prazos de validade vencidos ou ainda cujos pesos não conferem com a exata medida no fiel da balança. Estes delitos lideram um ranking de atentados tanto à saúde quanto ao bolso do cidadão comum.
##########
Até hoje algumas pessoas de memória aguçada se recordam de um fato ocorrido quando pelo menos 20 pessoas foram parar no hospital com sintomas de infecção intestinal por haverem comido galinha caipira numa barraca de comidas no centro da cidade. Laudo médico: Intoxicação Alimentar. Como ninguém prestou queixa, a coisa ficou por isso mesmo.
##########
É preciso que a prefeitura, através do setor de fiscalização da vigilância sanitária, faça uma intervenção em algumas empresas que fornecem produtos embalados, comércio de alimentos, restaurantes, lanchonetes, churrasquinhos de beira de calçadas, açougues e padarias a fim de inspecionar os produtos e autuar todo aquele que não estiver conforme as normas de higiene.
##########
Sei que não faz parte da nossa cultura se aglomerar nas ruas para exigir nossos direitos. Talvez seja por isso que os nossos políticos aproveitam a oportunidade e deixam “o barco ir correndo” até que todos se esqueçam.
##########
Somos um povo pobre no que diz respeito ao espírito aguerrido que muitas vezes vemos incorporados a outras populações do nosso Estado quando defendem sua cidadania. Temos que voltar nossas atenções para as precisões de verdade, passando a exigir escolas de qualidade, saúde eficiente e serviços que se vejam, sem depender de esmolas e demagogias que, na verdade são mais paliativas do que ações e atitudes concretas.
##########
Anos após anos são sempre ditas as mesmas palavras e as coisas continuam sempre na mesma. Pensem naquilo que vamos deixar de herança para nossos filhos, sobrinhos, netos e bisnetos. Está na hora de tirar o traseiro da cadeira e mostrar que a nossa Cidade Pérola não é formada por covardes, mesquinhos, pessoas acomodadas e muitos traquinos do tráfico. Está na hora de mostrar que Guajará-Mirim tem sim, pessoas trabalhadoras, honestas, capazes, inteligentes e com uma formação de caráter voltada para a probidade. Chega de estarmos sofrendo com o descaso público, com o desmazelo e com os desmandos.
##########
É chegada a hora de dar um basta a tudo isto. É preciso cuidar de nós, dos nossos filhos, da nossa casa, do nosso bairro, da nossa cidade. É preciso ainda cuidar do nosso vizinho ajudando-o a limpar as lágrimas e receber dele a ajuda necessária para sacudir a poeira e dar a volta por cima.
##########
A poesia explica: O paraíso é quando amamos e estamos sendo amados de verdade. Isto acontece aqui neste planeta e não em outra dimensão astral. O planeta Terra é o paraíso e o inferno ao mesmo tempo. Visita-se o inferno quando perdemos o amor de nossas vidas. Entramos no caos infernal frente à falta deste amor. O paraíso é ser amado e estar amando. O inferno é não ser amado por quem você ama.

*O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.







                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Rádio Comunitária FM
On line


Mistura Forrozeira
Apresentação Didi


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem