GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Ifro realizou o 1º Curso de Formação Continuada de Introdução às Práticas Laboratoriais em Biotecnologia

 
O 1º Curso de Formação Continuada de Introdução às Práticas Laboratoriais em Biotecnologia foi realizado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Guajará-Mirim. A ação proporcionou conhecimentos teórico-práticos de Boas Práticas de Laboratório para os discentes do 2º e 3º ano do Curso Técnico em Biotecnologia Integrado ao Ensino Médio e aos alunos egressos de Biotecnologia, formados no período de suspensão das atividades presenciais devido à pandemia (2020/2021).

Realizada no Laboratório de Ciências II, de 20 de abril a 20 de maio de 2022, a formação foi coordenada pelos Professores Marcos Barros Luiz e Alcides Procópio Justiniano dos Santos Junior. O curso contribuiu na formação de profissionais com conhecimento da abrangência e importância da biossegurança nos laboratórios, tendo noções gerais de procedimentos técnicos imprescindíveis a praticamente todos os tipos de análises, garantindo a segurança e qualidade das atividades realizadas nos laboratórios.
O curso está vinculado ao Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Biotecnologia e Saúde na Amazônia do IFRO Campus Guajará-Mirim (GIPBSA), além de constituir parte do compromisso do campus na formação de qualidade aos alunos. Segundo o Professor Alcides, a realização do curso teve papel fundamental na redução dos impactos no ensino, decorrentes da pandemia por covid-19, pois proporcionou aos discentes do Curso Técnico em Biotecnologia do Campus Guajará-Mirim o conhecimento e aprimoramento de técnicas laboratoriais em diferentes áreas de conhecimento, qualificando-os para o mercado de trabalho.
O curso foi pensando em aulas práticas para contribuírem com a problematização dos conteúdos abordados, a resolução de situações do cotidiano, o compartilhamento das experiências já vivenciadas e utilização dos conhecimentos técnicos para modificar certa realidade, mostrando a conexão entre as diferentes disciplinas, por meio das discussões em grupo. Por ser uma área multidisciplinar, a biotecnologia propicia ao discente articular os saberes às várias ciências e áreas de conhecimento. A atividade experimental tem um papel verificador deste conhecimento, para que o educando possa não somente analisar e sistematizar fenômenos, mas também desenvolver o pensamento crítico perante temas de ciência e tecnologia.
Para Marcos Barros Luiz a ação constitui um compromisso institucional do IFRO Guajará-Mirim e do Grupo de Pesquisa GIPBSA na formação de recursos humanos especializados para o mercado de trabalho e, também, para ações de pesquisa e extensão, mesmo após um logo período de suspensão de atividades presenciais. Ele ainda agradeceu ao trabalho das equipes do Departamento de Extensão (Depex), Direção de Ensino (DE), Departamento de Planejamento e Administração (Dplad) e Direção-Geral (DG) para concretização da proposta.
João Gabriel dos Santos cursa o 2º ano e comenta: “o curso de Introdução às Práticas Laboratoriais me proporcionou experiências incríveis, tive diversos aprendizados que têm relação com o curso técnico que faço (Biotecnologia) e com o curso superior que desejo realizar futuramente (Biologia). Após participar desta ação, passei a ter mais facilidade no aprendizado das disciplinas do curso técnico, como, por exemplo, Microbiologia”.
A discente do 2º ano de Biotecnologia, Angier Poliana Sátiro Ribeiro, também diz que a participação no curso trouxe diversas experiências. “A forma como que as aulas foram ministradas, sempre com muita leveza, proporcionaram-me um aprendizado com significado, aumentando meus conhecimentos em biotecnologia e contribuindo para a minha futura carreira profissional”, afirmou.
Fonte: Secom/RO







                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Rádio Comunitária FM
On line


Mistura Forrozeira
Apresentação Didi

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem