“Operação Verde Rondônia” é lançada para combater incêndios florestais em áreas críticas e Nova Mamoré será um dos pontos de combate

Nova Dimensão será uma das regiões onde estará concentrada a Operação, pois em 2020 apresentou também um dos maiores focos de calor registrados.


As secretarias de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e Corpo de Bombeiros Militar(CBM), lançaram nesta quarta-feira (28) a “Operação Verde Rondônia” para o combate aos incêndios florestais nas seis regiões que registram maiores pontos de calor no Estado.

 

A “Operação Verde Rondônia” terá início na próxima segunda-feira, 2 de agosto sob o comando do CBM, com a implantação da Brigada de Proteção contra Incêndio Florestal (BPCIF) com apoio da Sesdec e da Sedam, além do Grupo de Operações Aéreas (GOA) do CBM e do Núcleo de Operações Aéreas (NOA) da Sesdec, que receberam treinamento do Instituto Brasileirodo Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) recentemente para o combate a incêndios florestais.

 

A “Operação Verde Rondônia” encerra em meados de novembro quando começa o período chuvoso e deve se concentrar nos seis pontos com maiores focos de calor registrados em 2020. As equipes vão estar concentradas nas regiões do distrito de Nova Dimensão (Nova Mamoré), Vila de Samuel (Candeias do Jamari), distrito de Rio Branco (Buritis), Cujubim, Seringueiras e distrito de União Bandeirantes (Porto Velho) que detém o maior número de focos de calor em Rondônia.

 

Segundo o secretário-adjunto da Sedam, Demargli da Costa Farias, nesta operação, “serão empregados um total de recursos de R$ 2.091.000,00 (dois milhões e noventa e um mil reais), sendo R$ 591 mil de recursos próprios do Estado, via Sedam e o restante do Governo Federal vindos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Isso demonstra uma união de forças em prol de uma ação comum que é combater incêndios florestais”, destacou Demargli.

 

O Corpo de Bombeiros Militar, que ficará no comando da “Operação Verde Rondônia”, está presente em 15 municípios do Estado, e de acordo com o Comandante Geral do CBM, Cel. BM Nivaldo de Azevedo Ferreira, “essa operação será uma resposta efetiva e bem executada pelo CBM e terá um reforço com emprego diário de 60 militares, que vão atuar em escalas menores que a atual, reduzindo de 24/72 para 24/48 horas, com troca de equipes a cada 15 dias, podendo aumentar em agosto com o reforço dos 72 Bombeiros Civis Voluntários cujo processo seletivo que teve o período de inscrição prorrogado e encerra nesta quinta-feira (29)”, enfatizou o comandante.

 

Estrutura

 Em termos de estrutura serão utilizadas 12 viaturas do Corpo de Bombeiros, cinco da Sedam, além dos efetivos policiais do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA/PM) e da própria Polícia Militar. O principal objetivo é reduzir as ocorrências de degradação ambiental por uso de fogo. Ao todo, serão empregados na “Operação Verde Rondônia” 136 bombeiros militares nas unidades operacionais e brigadas, todos equipados com viaturas de combate a incêndios florestais, munidos de abafadores, bombas costais, sopradores, atomizadores, moto bombas com esguichos, GPS, kits APH básico entre outras ferramentas de proteção individual.

Fonte: Secom

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem