Denarc quebra a “Boca do Fantasma”, apreende dinheiro e prende dois, em Guajará-Mirim

Edilson Cardoso é apontado como sendo o dono de um ponto de venda de drogas, a chamada “Boca do Fantasma”.


Continuando com o combate ao crime nos locais de difícil acesso e áreas de fronteira, os polícias do Departamento de Narcóticos (Denarc) que participam da Operação Hórus, prenderam Edilson Cardoso, 36 anos. Ele é apontado como sendo o dono de um ponto de venda de drogas, a chamada “Boca do Fantasma”.

Durante as investigações, os policiais descobriram Edilson, para escapar do cerco policial, usava o pseudônimo de “Douglas”.  Com ele a polícia encontrou grande quantidade em dinheiro, em cédulas de grande e menor valor, 20 porções de maconha, porções de cocaína. Ainda de acordo com a polícia, Edilson já tem passagem pelo sistema prisional por tráfico de drogas.

Mesmo usando todos os meios para dificultar sua identificação, os policiais conseguiram identificar Edilson e cumprir um mandado de busca na sua residência apreendendo grande quantidade de drogas e dinheiro trocado, assim como vários apetrechos usados no tráfico.

De acordo com relatos policiais, na casa de Edilson também foi preso um usuário de drogas, que um dia antes tinha fugido de uma outra prisão em flagrante feito pela polícia civil de Guajará-Mirim. Foi apreendida ainda cocaína oxidada e cocaína em pedra enrolada em papel, modo muito usado nas áreas de fronteiras para acondicionar pequenas porções.  O flagrante foi feito à Rua Mário Peixe, bairro Santa Luzia, em Guajará-Mirim, área de fronteira com a Bolívia.

Fonte: Sinpol/RO

                                                Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 

Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem