Jornal O Mamoré
GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Em Guajará-Mirim, Governo realiza drive-thru e walk-thru de testagem rápida para covid-19

 

Antes mesmo do horário marcado filas de veículos davam voltas no quarteirão do Ginásio Poliesportivo Afonso Rodrigues, na manhã de domingo, 13, na região central do município de Guajará-Mirim. A testagem rápida no modelo drive-thru (pessoas com motocicletas e carros) e também os pedestres no sistema walk-thru (a pé), para detectar infectados com coronavírus, foi mais uma ação do Governo de Rondônia na região, objetivando detectar e diminuir os casos de covid-19. Foram realizados 466 testes, destes 26 resultaram positivos.

A ação foi realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) em parceria com a Prefeitura do município, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsau). Aqueles que recebiam resultados positivos para covid-19 passaram consulta médica, com orientação sobre tratamento e recomendação para adotar o isolamento social, e após a recuperação, retornam as atividades de rotina.

Evento atendeu nos sistemas de drive-thru e walk-thru

A aposentada Mercedes Soares Montanho, de 62 anos, a filha e os netos procuraram o local porque tiveram contato com familiares com diagnóstico positivo para a doença. “Meu marido e uma neta testaram positivo para covid-19, estão isolados, mas como tivemos contato com eles, vim com minha família, minha filha e meus três netos, todos nós passamos pela testagem rápida. A ação é muito importante, porque para fazer o teste precisamos buscar os postos de saúde e muitas das vezes não têm nem como fazer, marcam outro horário ou manda para outro posto. Para mim isso foi uma maravilha, eu nem esperava essa ação, quando soube confirmei o dia e horário certinho e aproveitamos”, disse a aposentada que teve um de seus netos, de 12 anos, testado positivo. 

Aposentada Mercedes trouxe a filha e os netos para testarem

“Eu trouxe minha mãe e meu vizinho, que estavam apresentando os sintomas gripais, mas graças a Deus que nós três demos negativo para covid. A ação é boa para atender a população que está vulnerável e não sabe que está com o vírus”, declarou o autônomo José Elias Lopes Aranha, de 28 anos.
A população compareceu nas dependências do Ginásio
 

O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, compareceu ao evento e disse que as testagens em todo o estado é para quebrar a cadeia de transmissão no Estado e isso tem sido prioridade para o Governo de Rondônia.

 “A ideia é identificarmos o máximo de pacientes positivados com covid-19, garantir o atendimento médico, medicação e ao mesmo tempo emissão de atestado médico, para assegurar o isolamento social e assim quebramos a cadeia de transmissão do vírus. Quando falamos de testagem em massa estamos falando em salvar vidas”, frisou.
Máximo disse que a testagem em massa vai diminuir a transmissão de covid-19.


“Pessoas assintomáticas que não estavam sentindo nada e estava por aí distribuído o vírus, eles têm a oportunidade de ter o seu diagnóstico, recebem o atendimento médico, medicação e essas pessoas ficam isoladas, em quarentena. Estando em quarentena, quebra a cadeia de transmissão do vírus e dessa forma a gente começa a controlar melhor a pandemia, melhora a saúde e mantém a economia do Estado crescendo”, frisou Máximo.


A prefeita de Guajará-Mirim, Raissa Paes, frisou a parceria com o Governo do Estado: “Só tenho a agradecer o Governo e toda sua equipe pela realização de mais uma ação conjunta em prol da população”. 

A coordenadora municipal da ação foi a enfermeira Luzia da Rocha Nunes, para ela a parceria entre Governo do Estado e Prefeitura busca atender a população detectando e diagnosticando o pacientes para que o vírus não propague. “A testagem rápida ocorre em outros municípios simultaneamente e Guajará-Mirim, não poderia deixar de participar, o evento envolve não somente os servidores da saúde, mas a população em geral que é em benefício maior população. Em se tratando de pandemia, a gente precisa paralisar um pouco as pessoas que estão contaminando e não sabem que estão contaminadas, às vezes não tem um acesso na atenção básica ou acesso no Hospital. Assim as pessoas têm a oportunidade de fazer a testagem e se tiver o vírus tratar, bem como evitar a propagação”.
A ação contou com a participação da 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), Juventude Voluntária e do 6º Batalhão de Infantaria de Selva (6º Bis).

Fonte: Secom/RO








                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem