Produtores de Nova Mamoré recebem mudas de café clonal

 

Diversificar a produção agrícola é uma das diretrizes da Seagri e da Emater-RO.
Técnicos do escritório local da Emater-RO em Nova Mamoré entregam 15 mil mudas de clones de café robusta de alto potencial produtivo, oriundo de emenda parlamentar do Dep. Estadual Chiquinho da Emater à produtores do município. Cada agricultor participante do programa recebe 2.250 mudas de café. “A intenção é que as propriedades onde as lavouras estão sendo implantadas funcionem como referência em produtividade para outros produtores, provocando um efeito multiplicador na cultura do café no município e ainda promova a diversificação das culturas agrícolas, evitando que o município caia na indesejável monocultura”, diz a gerente local da Emater-RO, Joslene Groto.

Diversificar a produção agrícola é uma das diretrizes do governo estadual por meio da Secretária de Estado da Agricultura (Seagri) e da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER-RO), órgão executor da política agrícola do estado de Rondônia. A diversificação é uma tentativa de evitar os riscos econômicos decorrentes da monocultura, neste contexto o café entra como opção de lavoura perene que possui rendimento por área maior do que a maioria das lavouras tradicionais, principalmente da pecuária de corte ou de leite, culturas predominantes no município.


Desde que o Estado lançou o programa de revitalização das lavouras cafeeiras em Rondônia, os municípios e a assembleia legislativa participam do esforço para mudar o perfil da cafeicultura rondoniense com a implantação de lavouras clonais, que são mais produtivas. Esse esforço busca também a mudança nas práticas de condução das lavouras, especialmente em relação a colheita e a secagem dos frutos, a fim de ser ter um produto com maior qualidade para ofertar aos compradores nacionais e até internacionais.

Com o incentivo do governo e as estratégias de divulgação do café rondoniense, já se conseguiu bons resultados como o aumento da produção, mesmo com redução da área plantada, e premiações por qualidade em grandes eventos nacionais. Este ano uma amostra de café da cidade de Novo Horizonte do Oeste conseguiu, durante a Semana Internacional do Café, o primeiro lugar em qualidade de bebida, entre os cafés robustas do Brasil.

Os bons resultados da cultura do café em Rondônia, provocam um círculo virtuoso na cadeia produtiva. “Os compradores acreditam mais na qualidade do produto, os preços melhoram, os agricultores se esforçam mais para obter resultados e os deputados destinam emendas parlamentares para aquisição de máquinas, equipamentos e produção de mudas de linhagens de alta produtividade, em apoio a grupos e associações rurais, como foi o caso das mudas entregues ao agricultores de Nova Mamoré, adquiridas através de emenda parlamentar apresentada pelo deputado Chiquinho”, disse o extensionista da Emater-RO, Aroldo dos Santos.

Fonte: Assessoria Emater/RO

Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem