Travessia: Sevic apreende motocicleta em cima de barranco as margens do Rio Mamoré

A Polícia Judiciária classificou a ação com descaminho, após pesquisa e invetigação junto ao proprietário do veículo.

 

Uma motocicleta modelo Biz, de cor vermelha, placa QTJ 4B45, estava em cima de um barranco, cerca de 2 metros de uma embarcação, pronta para ser cruzada para o país boliviano, mas a ação de policiais civis do Sevic (Serviço de Vigilância, Investigação e Captura) impediram a ação na tarde desta quarta-feira, 07, no município de Guajará-Mirim/RO. 



Os agentes do Sevic foram informados da tentativa de atravessar uma motocicleta pelo “porto clandestino do André”, que está atualmente abandonado, já que o morador está preso. Dois agentes permaneceram de campana em meio a mata e tendo o apoio nas imediações do Núcleo de Inteligência do 6º Batalhão de Polícia Militar e da equipe do Sevic. Após algum tempo os agentes de campana avistaram uma motocicleta se aproximando e entrou na residência de André e logo o barulho de uma embarcação tipo peque-peque se aproximando. Quando os dois agentes saíram do mato e deram ordem de parada, o condutor da motocicleta saiu em disparada e o piloto da embarcação foi contido pelos policiais, o homem que fugiu não foi identificado pelas equipes. José A. R. M., de 39 anos, de nacionalidade boliviana disse que estava ali para atravessar a motocicleta para o país boliviano. Não havia restrição de furto ou roubo da motocicleta, os policiais acreditando que poderia ser um “golpe do seguro”, já que entraram em contato com o proprietário do veículo este afirmou que emprestou seu CPF para uma outra pessoa comprar o veículo e esta pessoa ao conversar com os policiais não soube explicar o fato e acabou desligando a ligação. O delegado plantonista identificou tratar-se de crime de descaminho, encaminhando o veículo e dois agentes do Sevic para a Delegacia de Polícia Federal, onde as providências foram tomadas. O caso continuará sendo investigado.

Por falta de meios, a embarcação permaneceu as margens do rio Mamoré

Em desfavor de José havia um mandado de prisão expedido pela Comarca de Guajará-Mirim, sendo cumprido. De acordo com a Polícia Civil, o aparelho celular de José foi apreendido para análise.

Fonte: O MAMORÉ

                                                Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 

Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\





Postagem Anterior Próxima Postagem