Jornal O Mamoré
GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Sintero discute estratégias de luta e decide mobilizar a categoria pelo piso do magistério e pela valorização dos técnicos

 
A Diretoria do Sintero reuniu na manhã desta terça-feira (25/01) o Sistema Diretivo, composto pela Diretoria Executiva, Diretorias de todas as Regionais e membros do Conselho Fiscal para discutir estratégias de luta visando à defesa do piso do magistério, da valorização dos técnicos educacionais e os demais pautas de luta para 2022.
A reunião foi por vídeo conferência e durou toda a manhã, tendo iniciado às 8 horas e se encerrado às 13 horas. O encontro foi aberto pela presidenta do Sintero, Lionilda Simão, que fez uma explanação sobre a situação e os temas que estão na luta a ser encampada pelo sindicato neste início de ano.
Os principais temas abordados foram a necessidade de uma grande mobilização visando à defesa do piso do magistério, que está ameaçado de ser extinto pelo governo Bolsonaro, a defesa urgente de valorização dos técnicos educacionais que estão com os salários congelados desde 2018, quando conquistaram reajuste através de uma greve que durou 45 dias, e o retorno das aulas presenciais nas escolas estaduais e municipais diante do aumento de casos de covid pela variante ômicron.
Lionilda Simão explicou cada situação e ouviu a avaliação dos diretores de cada Regional e também dos diretores da Executiva, que, à unanimidade apontou para a mobilização da categoria em todo o Estado através de assembleias para que os próprios trabalhadores e trabalhadoras em educação deliberem sobre as atividades a serem desenvolvidas.
A Diretoria do Sintero informou que já está participando da mobilização nacional liderada pela CNTE – Confederação Nacional de Educação na defesa do piso do magistério, que já iniciou a luta através de questionamento à Justiça sobre a validade da Lei nº 11.7388 (Lei do Piso) mas também concluiu que a categoria será convocada para a luta em defesa das pautas locais.
Ficou deliberado que já no dia 02 de fevereiro Rondônia participará do dia nacional de luta, com a realização de atividades e atos de protesto em frente às Câmaras Municipais e à Assembleia Legislativa do Estado em defesa do piso do magistério, e no início do ano letivo os trabalhadores e as trabalhadoras em educação serão convocados para uma assembleia geral para esclarecimentos e para levar à categoria todas as informações sobre a ameaça de golpe contra a lei do piso e sobre a necessidade de lutar pela recomposição salarial dos técnicos, bem como sobre os demais itens da pauta, que inclui melhoria das condições de trabalho, início das aulas em 2022 e melhoria da qualidade do ensino.
Em seguida, no retorno das férias, serão convocadas assembleias com os trabalhadores e as trabalhadoras em educação em todas as Regionais para deliberar sobre a estratégia de luta.
Ao final da reunião a presidente do Sintero, Lionilda Simão agradeceu a todos e todas pela participação, e reafirmou o compromisso do sindicato com a luta em defesa dos direitos e dos interesses da categoria. “O Sintero é feito de luta. Tudo o que a categoria conquistou até agora foi a través da luta. Fundeb, piso do magistério, abono salarial, reajustes, tudo foi através de luta. Agora não vai ser diferente. Temos disposição para lutar pela categoria”, disse.
Fonte: Assessoria




                                                Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 

Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem