GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Lepac de Rondônia é referência laboratorial do Norte do país na recuperação da saúde e prevenção de doenças




Com a única e exclusiva finalidade de prestar apoio diagnóstico laboratorial de média e alta complexidade às unidades hospitalares do Estado, o Laboratório Estadual de Patologia e Análises Clínicas do Estado de Rondônia (Lepac), é um laboratório de grande porte, que integra o Sistema Único de Saúde e a Rede de Patologia Clínica do Estado de Rondônia (RPC-RO).


O Lepac possui equipamentos de altíssima tecnologia para a realização dos mais diversos tipos de análises laboratoriais, além de contar com uma equipe totalmente especializada para realizar o estudo dos materiais, sendo uma referência na região norte do Brasil, com a missão de contribuir para a recuperação da saúde dos pacientes e na prevenção de doenças.


O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, declara que os investimentos aplicados no Lepac, impulsionam o laboratório a ter maior agilidade nos atendimentos, aumentando a capacidade dos exames e servindo de referência para outros Estados do Brasil.


“O Estado de Rondônia continua evoluindo também na área da saúde, pois somos o primeiro do país a implantar uma nova plataforma com automação modular que vai permitir o aumento da produtividade, com exames mais rápidos e seguros, agilizando os resultados em menos tempo”, disse Marcos Rocha.


*INVESTIMENTOS*

A nova plataforma de automação de sistema modular, que foi inaugurado em junho deste ano, duplicou a capacidade instalada, sendo capaz de realizar aproximadamente 720 testes/hora de imunologia-hormônio, e 4.000 testes/hora de bioquímica clínica.


Com os novos equipamentos e um ambiente mais estruturado, o Lepac prevê realizar aproximadamente mais de três milhões de exames laboratoriais até o final deste ano. O investimento na plataforma de automação modular foi de R$ 14.800.00,00 (quatorze milhões e oitocentos mil reais).


Foram feitos outros investimentos na Rede de Patologia Clínica Estadual, na organização dos laboratórios de Hematologia; Hemostasia; Ponit of Care; Gasometria; Bioquímica e Imunologia, com o custeio de aproximadamente R$ 3.770.380,00 (três milhões, setecentos e setenta mil, trezentos e oitenta reais). O investimento total é de R$ 18.570.380,54 (dezoito milhões, quinhentos e setenta mil, trezentos e oitenta reais, cinquenta e quatro centavos).


O Lepac também recebeu reformas na estrutura física, que tiveram início no final de 2021, sendo entregue em março deste ano, não interferindo no processo de realização dos exames no laboratório. Houve uma reforma completa na cobertura, com a estruturação de telhas metálicas, troca de calhas, rufos e chapins, além de pintura interna e externa, além da impermeabilização das lajes da entrada frontal e traseira.


A reforma aconteceu em conjunto com a realizada na Policlínica Oswaldo Cruz, e o investimento total foi de R$ 504.740,15 (quinhentos e quatro mil, setecentos e quarenta reais, e quinze centavos).


*ATENDIMENTOS*

Durante a pandemia do coronavírus, entre 2020 e 2021, foram atendidos aproximadamente 64.862 pacientes e realizados 1.195.264 exames de monitoramento laboratorial, tendo sua liberação de resultados em menos de 24 horas. Ao todo, foram realizados aproximadamente 2.661.729,60 análises e 146.184 coletas de amostras somente em 2021.


É o 1° laboratório do Brasil a implantar o sistema de automação tipo modular, para a realização de exames de patologia clínica da rede hospitalar estadual.


*RESULTADOS*

O tempo médio de liberação dos resultados dos exames que são realizados pelo Lepac Rondônia é de: duas horas para exames de pacientes em leitos de UTI; quatro horas para exames de pacientes internados; 12 horas para exames de baixa complexidade, para pacientes ambulatoriais; até 96 horas para os de média e alta complexidade; até sete dias para exames de autoimunidade e alergias.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem