Grávida é presa carregando aproximadamente 16 kg de droga 'engomada' em redes

A mulher estava dentro do táxi quando ocorreu a abordagem. A cocaína foi engomada nas redes.

Após a prisão e apreensão, agentes do Denarc conduziram a droga e a gestante para a Delegacia de Polícia Federal, em Guajará-Mirim
 Policiais civis lotados no Departamento de Narcóticos (Denarc) aprenderam, no início da noite de sexta-feira,10, 16 quilos de cocaína 'invisível'. De acordo com relato feito no Boletim de Ocorrência, por volta das 17 horas, em fiscalização na Engenheiro Isaac Bennesby (BR-425),  abordaram um táxi que estava uma passageira com uma mala cheia de redes.

Ainda segundo a ocorrência, ao verificar as redes foi constatado um peso além do normal é notou-se que nos punhos das redes continha um líquido branco sem odor.

Ao fazer os testes preliminares, foi constatado ser cocaína. Foi verificado que o pano das redes aparentemente foi engomado com cocaína, pois ao pingar o produto narco teste, os panos também deram positivo para cocaína.

Ainda de acordo com o registro policial, droga estava difícil de localizar pois estava ocultada dentro cordas da rede. Eles relataram que dentro da corda tinha um canudinho com entorpecente. Ao todo, foram apreendidas cinco redes. No total, o peso bruto foi de aproximadamente 16 kg de cocaína.

De acordo com o registro policial, uma mulher grávida atravessou coma droga do país vizinho Bolívia. O flagrante vai ser feito na delegacia de Polícia Federal de Guajará-Mirim.

Segundo a polícia, a passageira do veículo foi identificada como Bruna A. L., de 22 anos. Ela já teria sido presa por tráfico no ano de 2018, em Mato Grosso.

Fonte: O MAMORÉ e SinpolRO

                                                Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 

Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem