GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Alunos do 1º ano do CTPM X realizam exposição do projeto “Caminhos do Conhecimento”


Após excursão conhecendo in loco a história de Rondônia e o aprendizado dentro de sala de aula, 150 alunos do Colégio Tiradentes da Polícia Militar em Guajará-Mirim (RO) apresentaram a conclusão do projeto “Caminhos da Conhecimento”.

Comunidade escolar e geral prestigiou o evento

Após adquirirem conhecimento em sala de aula da História de Rondônia, alunos da disciplina participaram de uma excursão em Porto Velho (RO) nos dias 13, 14 e 15 de maio do corrente ano, onde conheceram locais e fatos históricos, além de pontos turísticos da história rondoniense. O projeto “Caminhos do Conhecimento” trouxe um desafio para os alunos, desta vez passar o conhecimento que adquiriram durante exposição realizada nesta quarta-feira (29) durante a tarde e seguiu até a noite. Alunos da própria escola, pais e comunidade em geral prestigiaram o trabalho dos alunos do 1º ano, marcado com maquete, cartazes, imagens, objetos para ilustrar, contando com muita criatividade e até mesmo um aluno vestido de Marechal Rondon.

 

De acordo com o professor de História de Rondônia e um dos idealizadores do projeto, Charliton Edson Gomes da Silva Brito, da disciplina História de Rondônia a partir deste ano foi inserida como grade para os 1º anos, tendo o total apoio da equipe gestora e dos colegas de trabalho deu o ponta pé inicial ao projeto visando levar os alunos aos locais históricos. “A novidade esse ano foi lançado no ensino médio a História Regional, trabalhamos em sala de aula alguns assuntos e o projeto, como nosso desejo era implementar e fazer com que os alunos se interessassem por eles para isso fomos a campo. Fizemos a teoria e fomos para prática, eles conviveram e conheceram pessoalmente os fatos históricos in loco. A nossa idéia era fazer com que eles conhecessem, posteriormente pudessem viver, conhecer e transmitir, a partir de aí fazer a exposição do conteúdo, expondo os conhecimentos adquiridos. A importância disso tudo é que desejamos que nossos alunos tenham senso crítico, conhecer, vivenciar e transmitir, os fatos históricos que estão presentes no dia-a-dia, mas se a gente não trabalha ele, ele fica esquecido. Isso foi muito gratificante, embora tenha sido um trabalho árduo, os alunos se demonstraram interessados com o conteúdo e pelo aprendizado, agora era o momento de eles transmitirem aquilo que eles vivenciaram presencialmente”, enfatizou Charliton.

Professores Charliton e Carla Regina

O projeto conta com a participação da disciplina de Língua Portuguesa, ofertada pela professora Carla Regina de Souza. “A importância do trabalho foi conhecer a história viva, in loco ou seja, fomos aos aos principais pontos turísticos de Rondônia que se encontra em Porto Velho, lá os meninos tiveram a experiência de conhecer de fato o que eles só viam na história e também a importância de poder ali reviver muitas coisas que aconteceram e ver que de fato que essas coisas que só estavam no livro fazem parte da história de Rondônia”, destacou a Professora Carla.

 

Ainda ressaltou a professora que a conclusão do trabalho foi a apresentação em prática o que vivenciaram e sentiram, falando a respeito dos pontos que eles viram e coisas que eles não conheciam. O trabalho foi exposto aos visitantes.

Aluna Bruna Gabriele durante exposição

“Com a inclusão da disciplina História de Rondônia, soubemos que teríamos uma viagem para conhecer melhor sobre a nossa história: Estrada de Ferro, Marechal Rondon, Jorge Teixeira e Museu, a gente ficou muito animada e queria saber mais. O que a gente não aprendeu em sala de aula, a agente aprendeu muito mais lá naquela viagem. Isso significou muito pra mim, porque eu já tinha escuto sobre o trem, sobre a história ainda não tinha entrado melhor na minha cabeça e com toda aquela história apresentada eu estou conseguindo falar sem ter que decorar nada. Foi uma experiência única, agora posso fazer as pessoas entender o que eu entendi também”, ressaltou a aluna do 1º ano Bruna Gabriele Gomes Moreira.

Diretor do CTPM X, Major PM Felipe Fernandes

“Tem sido muito positivo esses projetos desenvolvidos por nossos professores, muitos deles já tinham esse desejo de realizar esses projetos e agora com o Colégio Tiradentes da Polícia Militar a gente está conseguindo dar o suporte para que os alunos tenham de fato acesso a esse conhecimento. O trabalho de hoje é o nosso segundo projeto, e outros virão sempre com essa exposição a nossa comunidade escolar. São projetos que visam a quebra de paradigmas, nós sabemos que o nosso público estudantil, principalmente após esse período pandemia que passou por um período bem complexo, esses todos nós passamos, a idéia é trazer nossos estudantes para esse tipo de atividade que vai mesclar ali o estudo e o conhecimento adquirido, mas também com experiências diferentes na vida do nosso público estudantil, sendo esse nosso maior objeto”, disse o diretor do Colégio Tiradentes em Guajará-Mirim, Major PM Felipe Fernandes Cota de Araújo.

O diretor destacou positivo os projetos, onde comunidade escolar tem abraçado os projetos dos alunos. Ainda lembrou que há relatos de pais dos alunos sobre a importância desses projetos na vida dos mesmos.

 

Para este mês já tem marcada a viagem até Costa Marques, onde alunos irão conhecer o Forte Príncipe da Beira e toda a sua história.

 

Fonte: O MAMORÉ

Confira mais imagens:






















































                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Rádio Comunitária FM
On line


Mistura Forrozeira
Apresentação Didi

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem