PF investiga fraudes contra benefícios emergenciais; mandados de busca e apreensão são cumpridos em Guajará-Mirim e Porto Velho

Ação é realizada em sete estados do Brasil. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Porto Velho e Guajará-Mirim.

 


A Operação Quinta Parcela foi deflagrada pela Polícia Federal (29) na manhã desta quinta-feira (29) para o combate a fraudes a benefícios emergenciais fornecidos pelo Governo Federal durante a pandemia. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em sete estados, incluindo Rondônia.

 

As investigações têm como objetivo a identificação de fraudes massiva, a desarticulação de grupos criminosos e a recuperação dos valores recebidos de forma irregular.

 

Foi cumprido em Rondônia um mandado de busca e apreensão na residência de um suspeito de ter fraudado oito contas para receber o auxílio emergencial, totalizando R$ 5,4 mil.

 

Em Porto Velho e em Guajará-Mirim também foram cumpridos três mandados de busca e apreensão na casa e no ponto comercial de três pessoas suspeitas de terem fraudado pelo menos 11 contas, tendo recebido quase R$ 18 mil.

 

As ações são realizadas em Rondônia, Pará, Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e São Paulo. Ao todo estão sendo cumpridos 37 mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão temporária e três mandados de sequestro de bens.

 

Participam da operação cerca de 140 policiais. A investigação é realizada com apoio de Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, CAIXA, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União. Ao todo, a PF já realizou 60 operações com esse mesmo objetivo, resultando em mais de 30 prisões.


Fonte: G1


Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. Confira nossas redes sociais: 

Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Postagem Anterior Próxima Postagem