GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Polícia Civil investiga sumiço de 32 doses de vacinas contra a Covid-19 em Guajará-Mirim

 A Polícia Civil de Guajará-Mirim (RO) investiga o sumiço de 32 doses de vacina contra a Covid-19 da rede de frios do município, localizada no prédio do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (Nuvepa).

As vacinas estão alojadas na rede de frio localizado no antigo prédio do Núcleo de Vigilância Sanitária do município 

Durante a investigação, a delegada Luanda Luíza Mota Ximenes, titular da 1ª Delegacia de Guajará-Mirim, explica que foram colhidos depoimentos de dois conselheiros municipais de saúde e da atual coordenadora municipal de vacinação.

 

Segundo a delegada, as doses que sumiram fazem parte do primeiro lote que chegou ao município, no dia 19 de janeiro. Na época, Guajará recebeu 1.820 doses.

 

Como tudo começou

Em março, o Conselho Municipal de Saúde informou à Polícia Civil que duas doses da CoronaVac haviam sumido da rede de frios do município. Na época, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsau) informou que uma sindicância para apurar a situação seria aberta, pois a pessoa responsável pela rede, não estava mais a frente do cargo.

 

 

Vacinômetro

Até o momento, Guajará-Mirim já vacinou parte dos profissionais de saúde, indígenas, idosos com mais de 60 anos e trabalhadores de segurança e salvamento. Do total, o público que mais recebeu a primeira dose da vacina foram os indígenas, sendo 2.057.


Fonte: G1


Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. Confira nossas redes sociais: 

Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem