GUAJARÁ-MIRIM Rondônia

Coluna Almanaque: A VISITA DA ILUSTRE COLEGA DE PROFISSÃO


Por Fábio Marques

Recebi na tarde do último sábado a visita da colega de Imprensa, Minerva Soto, editora-chefe do Site O Mamoré, que apareceu em minha humilde tenda para um informal - mas relevante - bate-papo. Afora os assuntos prosaicos para lá de batidos como eleições gerais, eventuais candidatos e problemas do cotidiano da cidade, a abordagem temática da conversação foi pautada pela vereda adotada por alguns veículos de Imprensa de fronteira e o papel social dos meios de notícias.
É sabido que todo órgão de imprensa com cadastro funciona como uma empresa. E como empresa, todo e qualquer órgão de imprensa tem o direito de procurar se encaixar no nicho do mercado a fim de que sua batalha obtenha sucesso. O problema é que, sabe-se por que, a avidez pelos “jeitinhos” de se conseguir a coisa, a transgressão e a trapaça nos negócios com o objetivo de levarem vantagens pessoais, acabaram entrando na rotina de gente do metié que estão pouco se lixando para a ética, tornaram-se arrogantes e só estão pensando naquilo que poderão retirar dos cofres públicos.
Como se não bastasse estes atropelos de conduta, alguns veículos ainda estão faltando com respeito ao seu público e à sua cultura ao transmitir matérias que se constituem numa agressão aberta ao idioma de Camões. A falta de habilidade, elegância e estilo ao redigir pretenso material jornalístico destas “empresas de notícias”, além de espancar a linguagem nacional, castigam o seu público alvo. Vergonha na cara? Não! Isto estes caras-de-pau não possuem! E o pior é que do patamar de suas ignorâncias, estes cretinos ainda confrontam e desafiam impondo suas camisas-de-força dizendo que é assim mesmo que o povaréu entende.
Mas saindo do assunto que já começa a apelar para a agressão gratuita, falamos também sobre a situação difícil pela qual a população está passando, o momento difícil pelo qual estão passando os sites de notícias confiáveis e sobre projetos de inovação no site O Mamoré, jeitos e maneiras de sofisticar a dinâmica e os informes através de novas técnicas e esforços conjuntos no sentido de oferecer um trabalho básico e palpável baseado nos princípios e valores da compreensão seguindo os critérios constantes no “modus-operandi” da produção desta empresa de tradição que vem mantendo há décadas um público cativo em todos os segmentos sociais.
Não é por ocasião deste “meeting” que aproveito o artigo para ressaltar a importância do Site O Mamoré para a história e a cultura de Guajará-Mirim e distinguir a batalha da jornalista Minerva Soto e sua ânsia na procura de notícias chegando às vezes até que se desdobrar em cinco Minervas. Além de estar na correria atrás da notícia, tem que se desprender nas atribuições de repórter, editora, redatora e gerente comercial ao mesmo tempo. Tudo isto com um objetivo: que o produto de seu trabalho vá ajudar as pessoas a se informar, construir sensos críticos e analisar a notícia com juízos de valores.
Uma extensa e longeva vida ao site O Mamoré!
*O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.







                                     Você encontra modelos dos tamanhos P ao EXG. 
Confira nossas redes sociais:  Facebook: M&M Modas  /   Instagram: mmmodasgm\


Rádio Comunitária FM
On line


Mistura Forrozeira
Apresentação Didi

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem